Pague dois, leve um – parte 2

02/06/2009

Voltando ao assunto de me cobrarem duas diárias de internet wi-fi em um hotel de Porto Seguro (assunto do primeiro post).

Passaram-se os meses e eu resolvi dar atenção ao problema. Não é tanto pelo valor. Uma diária da tal internet wi-fi me custaria R$ 20 e conseqüentemente eu fui pilhada em outros R$ 20, com a diária “extra” proporcionada pelo hotel. A canseira que dá ficar correndo atrás de todas as picuinhas que colocam na nossa frente geralmente não vale os meros R$ 20. O pior de tudo, na realidade, é a nítida sensação de terem escrito isso na minha testa: O T Á R I A.

Como eu trabalhei no Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) durante quatro anos, deu tempo de aprender algumas coisas importantes. Por exemplo, que primeiro de tudo se deve tentar uma “solução amigável”.

Vou mandar uma carta para o La Torre Resort, falando sobre o direito à informação “adequada e clara”, prevista no artigo 6º inciso III do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que eles não respeitaram. O CDC  determina que a informação deve ser transmitida de maneira eficaz (artigo 31). Quando isso não é feito, pode ser configurado “vício do serviço”, de acordo com o artigo 20. Ou publicidade enganosa (artigo 37, parágrafos 1º e 3º). No jargão, “vício” equivale a “defeito”.

Darei um prazo de resposta e aguardarei. Caso não resolvam, já me informei que posso acionar o Procon de São Paulo – mesmo embora o problema tenha ocorrido na Bahia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: