Tetra Pak: só 25% de reciclagem

10/06/2009

Tetrapak_peqNo prédio onde moro há cinco anos o lixo reciclável é separado faz tempo. Parece que foi um dos primeiros em São Paulo a fazer isso. Desde o início, os moradores são informados e os funcionários, treinados. São estes últimos que vendem o material e ficam com o total ou parte do dinheiro resultante do negócio feito com uma pequena empresa, localizada próximo daqui, que faz a triagem e revende para a indústria o que ali já é chamado de “matéria prima”. Mas, se antes o volume de cerca de uma tonelada que os moradores geram, mais ou menos mensalmente, rendia entre R$ 170 e R$ 200, agora não passa muito mais de R$ 70.

É que o mercado de recicláveis oscila bastante, de acordo com variáveis que incluem a demanda por parte das empresas que irão reciclá-los e o preço internacional de commodities. O petróleo, por exemplo. Seu preço influencia o valor do plástico “virgem”, que conseqüentemente influenciará o do plástico “de segunda mão”. A forte redução nas cifras de alguns produtos ou mesmo a falta de comprador para eles leva os catadores, as cooperativas e as empresas de triagem a os deixarem de lado. Alguns até mudam de ramo, por acharem que não vale mais a pena. Recentemente, precisei de um encanador, e ele me contou que até algum tempo atrás ele trabalhava com isso.

Por algum motivo, o pessoal que compra os recicláveis do meu condomínio parou de receber as embalagens longa vida, fabricadas pela Tetra Pak. Não tem compradores. Também tomei conhecimento da informação de que apenas 25,5% desse material é reciclado no Brasil, segundo o Cempre (Compromisso Empresarial para Reciclagem, associação, mantida por empresas privadas, que acompanha o setor). Assim, sobram 7 bilhões e 450 milhões de unidades – já que, segundo a revista Época Negócios, em 2008 foram produzidas quase 10 bilhões dessas embalagens – para passarem muitos e muitos anos ocupando imensos espaços em nossos lixões e aterros.

Acho estranho que, diante disso, a Tetra Pak se gabe tanto sobre suas práticas ambientalmente corretas. Parece que a empresa até faz algumas coisas positivas. Divulga pontos de coleta de longa vida para reciclagem, e explica o ciclo de vida do produto em seu site, por exemplo. De acordo com a companhia, o papel utilizado nas embalagens, que corresponderia a 75% de sua composição, é certificado pelo FSC (Conselho de Manejo Florestal), o que teoricamente significa que não há desmatamento predatório para obtê-lo. Mesmo assim, não adianta o produto ser “100% reciclável”, como se pode ler em qualquer embalagem Tetra Pak, se só 25,5% do volume produzido é, de fato, reciclado!

Na minha opinião, toda empresa deveria se preocupar com a destinação pós-consumo daquilo que produz. Mesmo que isso ainda não tenha se tornado lei no Brasil – a lei de resíduos sólidos está em “tramitação” (isto é, em alguma gaveta empoeirada do Congresso) há nada menos que 18 anos!

Mandei um email ontem à tarde para o “fale conosco” que consta no site da Tetra Pak (falecom.meioambiente@tetrapak.com), mas ninguém me respondeu ainda. Hoje, mandei as seguintes questões para a assessoria de imprensa da empresa:

  • O índice de reciclagem de embalagens Tetra Pak no Brasil é mesmo de 25,5%?
  • Por que o índice é tão baixo?
  • Existe algum planejamento para elevá-lo?
  • Qual é a destinação desses 25,5%? No site da Tetra Pak, vi a informação de que há 30 empresas que recebem esse material para reciclá-los. Vocês podem me informar que empresas são essas e onde elas estão localizadas?
  • De que forma a própria Tetra Pak atua nesse elo da cadeia (reciclagem), além da divulgação de pontos de coleta e cooperativas?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: